Facebook entrega anúncios por localização nos EUA

10 de novembro de 2017


Facebook entrega anúncios por localização nos EUA

Olá galera, como vocês estão?

Recentemente o Facebook relatou que dará possibilidade aos profissionais anunciantes que usem a localização dos usuários da plataforma para direcionar anúncios digitais no celular das pessoas que já visitaram suas lojas físicas ou de seus concorrentes.

Algumas empresas, como o Google por exemplo, oferecem mensuradores offline que ajudam anunciantes a decidir se querem anúncios online que serão convertidos em compras em lojas físicas, porém o Facebook agora colocará anúncios para usuários baseados em seus trajetos. Imagino que você está se perguntando como isso funcionará, é bem simples, esses anunciantes também podem comprar grupos maiores de audiências, chamadas “similares”, que se assemelham aos visitantes físicos em determinadas características, ou "trocam" as pessoas que tenham visitado varejistas — por promoções destinadas a novos clientes, por exemplo.

Segundo Gabriel Francis, diretor de vendas offline do Facebook essa função permite que os negócios fechem o ciclo dos anúncios. “Vinte anos atrás, durante o advento do anúncio online, nós vimos que as pessoas não queriam entender o impacto do digital nas vendas. Eles também queriam usar essas informações para encontrar os melhores consumidores e a taxa de conversão ideal e, assim, usar para melhorar seus anúncios para que fossem realmente eficientes e condizente com o que eles gastavam nele”, conta. 

Por mais que existam empresas como NinthDecimal, PlaceIQ e Placed, cujo oferecem serviços semelhantes aos do Facebook, Francis argumenta que nenhum deles atingem os dois bilhões de usuários da rede social.

A meta do Facebook neste momento é convencer os profissionais de marketing de que esses novos anúncios segmentados terão impacto de fato nas vendas consequentes — um desafio comum área da publicidade. 

Apesar de não parecer tão clara e exata em decorrência dos vários fatores em jogo, o KFC não parece desconfiar dos resultados. A empresa diz que conseguiu aumentar os gastos de consumidores por visita em torno de 50 centavos de dólar para US$ 2.

Tom Hassett, vice-presidente de mídia do Dick’s, disse que a empresa testou o produto por semanas com objetivo de atingir consumidores que visitavam a loja no verão para irem durante o inverno, e para criar uma audiência similar para trazer novas pessoas para a loja.



O Facebook descobre onde seus usuários estão por meio do GPS habilitado em seu celular. “Usamos essa informação para compreender a linha de base a fim de trazê-la de acordo com a população de usuários do Facebook”, disse Francis. “É uma estimativa das pessoas que têm serviços de localização habilitados, que é o principal dado que usamos”.

Facebook entrega anúncios por localização nos EUA

 
Layout Por : Lravilla Creations | All Rights Reserved.