A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO MARCAS X MÍDIAS SOCIAIS

5 de junho de 2018


Com o passar do tempo a mídia social transformou-se em um canal de comunicação de empresas e em um espaço estratégico para relacionamento e acompanhamento da reputação de marcas.  A partir de 2014, quando foi lançada a primeira edição do estudo Mídias Sociais 360º, criado para acompanhar a evolução da redes, o cenário digital enfrentou diversas mudanças, responsáveis por impactar clientes e anunciantes.

Com o aperfeiçoamento das ferramentas de anúncio que auxiliam na geração de dados a partir de rastros digitais para segmentar campanhas, as empresas adotaram novos planos de atuação, uma vez que o objetivo da mesma implica na necessidade de gerar engajamento. Além do mais, a ascensão dos influenciadores deixou em evidência qual a importância de redes sociais como YouTube, Instagram e Twitter.


Entre janeiro e março deste ano, o segmento de mídia e notícias (97%) é o que mais impulsiona praticamente todos as publicações. Essa área é a que possui o maior número de curtidores (uma média de 3,7 milhões de perfis) e de postagens publicadas por semana no Facebook. Ao todo, 89% das postagens em páginas de entretenimento são impulsionadas.

Além de apostas no Facebook, os influenciadores digitais estão na mira das marcas. Pensando um pouco sobre o futuro dos influenciadores na comunicação de marcas, acredita-se que as empresas deveriam deixar de associar os influenciadores diretamente com resultados de massa e passar a adotar estratégias focadas em rede e segmentação. Neste caso, passa a ter mais valor os microinfluenciadores, que possuem um engajamento ainda maior com sua audiência. 


Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Layout Por : Lravilla Creations | All Rights Reserved.